mergulhem-se

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Penso linhos e ungüentos - Hilda Hilst

Penso linhos e ungüentos
para o coração machucado de Tempo.
Penso bilhas e pátios
Pela comoção de contemplá-los.
(E de te ver ali
À luz da geometria de teus atos)
Penso-te
Pensando-me em agonia. E não estou.
Estou apenas densa
Recolhendo aroma, passo
O refulgente de ti que me restou.

3 comentários:

Luciana Ponce disse...

De ler ontem e voltar pra reler hoje.

Bonito demais.

Janie disse...

(E de te ver ali
À luz da geometria de teus atos)
Penso-te...


E de pensar a (na) imagem, me canso, mas não tenho pena de mim mesma e me lanço... sempre!

Julia disse...

:) bingo